Prefeitura Investe na Saúde

Prefeitura Investe na Saúde

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Obras do Hospital de Águas Lindas são acompanhadas de perto por grupo de trabalho

Cristina Rosa - fotos: João Sérgio/
Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

A previsão de conclusão das obras do Hospital de Águas Lindas de Goiás é fevereiro de 2017. Esta foi uma das informações compartilhadas em reunião realizada na sexta-feira (29/1), no edifício-sede do Ministério Público de Goiás, que reuniu representantes do Ministério Público Federal, Ministério da Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde (SES), além do prefeito de Águas Lindas e integrantes da empreiteira Versa, responsável pela obra.
Esta foi mais uma reunião ordinária coordenada pelo Programa do Entorno do Distrito Federal do MP-GO, que tem acompanhado o cronograma de execução da obra. As reuniões ocorrem a cada dois meses, sendo que equipes do Ministério da Saúde visitam a obra mensalmente e da SES, a cada 10 dias.
No último encontro, realizado em novembro do ano passado, foi apontado o baixo número de pessoas trabalhando na obra e a necessidade de readequação do cronograma, com prazo máximo de conclusão de 14 meses. Dessa forma, nesta reunião, os representantes da empreiteira apresentaram o novo cronograma, com previsão e conclusão da obra em fevereiro de 2017. Também foi verificada a adequação de pessoal na frente de trabalho, que aumentou de cerca de 40 para 92 funcionários.
De acordo com o coordenador-geral de Acompanhamento e Prestação de Contas do Ministério da Saúde, André Luiz Alves Martins, cerca de 30% da obra está executada. Ele ponderou, contudo, que o ritmo ainda está lento, mas, diante do compromisso assumido pela empreiteira, de que aumentará para 120 o número de trabalhadores na obra, acredita que a conclusão será no prazo definido.
Questionado pelo coordenador do Centro de Apoio Operacional da Saúde, Érico de Pina, sobre o valor estimado para a conclusão da unidade, André Martins informou que será de cerca de R$ 14 milhões, com uma estimativa de custeio mensal de R$ 1,2 milhão. A unidade funcionará como um hospital geral, contando com 116 leitos de UTI, sendo 12 pediátricas, 12 adulto e 92 enfermaria, com 11 mil m² de área construída.
Durante o encontro foi sugerido ainda, pela SES e pelo Ministério da Saúde, que a empresa execute as obras em blocos e de forma independente, com mais de uma frente de trabalho, para agilizar a conclusão. Caso não faça, poderá haver atraso no cronograma.
A representante do Ministério Público Federal, procuradora Ana Paula Araújo, esclareceu que ingressou com ação de improbidade administrativa em relação ao primeiro convênio feito entre a União e o município, que inicialmente estava conduzindo a obra. Sobre este convênio, o Ministério da Saúde apresentará um extrato gerencial do que foi executado. Já a SES apresentará ao MPF o edital, o contrato e o cronograma de realização da obra, que passou a ser gerida pelo Estado.
Como compromisso, a empresa garantiu que fará adequações imediatas referentes às normas de limpeza, alimentação e equipamentos de proteção. Por fim, ficou definido que no dia 30 de março uma equipe do Ministério da Saúde, da SES e do MPF farão vistoria no local, para acompanhar a execução até a data. 
A próxima reunião foi agendada para o dia 1º de abril, às 15 horas, na sede do MP-GO. Pelo MP, participaram da reunião os coordenadores do Programa Entorno do Distrito Federal do MP-GO, Bernardo Boclin Borges, e do Centro de Apoio Operacional da Saúde, Érico de Pina, além da promotora de Justiça de Águas Lindas Tânia D'Able Rocha de Torres Bandeira. 




Combate ao crime organizado: Entorno do DF será piloto em projeto de Gaeco regionalizado
 Cristiani Honório - Fotos: João Sérgio


Luziânia – O Núcleo do Entorno do DF - Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Entorno DF - muito em breve será uma realidade em Goiás. A região vai acolher o piloto do projeto de regionalização do Gaeco, uma proposta do procurador-geral de Justiça, Lauro Machado Nogueira, e que entra como importante reforço nas ações de combate aos crimes contra a administração pública, em especial o combate à corrupção, além de contemplar um anseio dos promotores do Entorno.
O projeto e a minuta do ato que cria a estrutura foram apresentados aos promotores do Entorno do DF, em Luziânia, nesta segunda-feira (1°/2), pelos integrantes do Gaeco Central, Centro de Inteligência do MP-GO (Cimp) e do Programa Entorno do Distrito Federal do MP-GO. Participaram do encontro cerca de 30 promotores de Justiça das comarcas de Planaltina, Novo Gama, Luziânia, Formosa, Santo Antônio do Descoberto, Cidade Ocidental, Valparaíso e Águas Lindas, Cristalina e Alexânia.

Gaeco regional 

O coordenador do Cimp, José Carlos Miranda Nery Júnior, explicou que a regionalização do Gaeco é uma ideia em construção há algum tempo, devendo o projeto piloto servir de experiência para que o órgão seja estendido no Estado a, no mínimo, seis regiões.
A exemplo do que já ocorre com os Ministérios Públicos de São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, a regionalização é um sistema de resultados e fortalece a instituição.
O projeto piloto goiano ficará sediado em Luziânia, tendo ao menos um promotor com exclusividade e que será o coordenador do órgão. Conforme adiantou José Carlos, essa coordenação ficará a cargo de Jean Cléber Cassiano Zamperlini. Serão designados também alguns membros auxiliares, secretária e assessoria jurídica, bem como formado um corpo técnico e operacional e de apoio do Cimp e Gaeco Central.
A abrangência territorial do projeto, considerando a sua viabilidade, inclui as comarcas de Cidade Ocidental, Planaltina, Luziânia, Novo Gama, Formosa, Santo Antônio do Descoberto, Águas Lindas, municípios que, juntos, chegam a quase 1 milhão de habitantes.
“A finalidade do Gaeco do Entorno DF é reprimir a prática delitiva por parte de organizações criminosas ou condutas ilícitas delas decorrentes, por solicitação justificada do promotor investido de atribuição ou mediante anuência do promotor natural, tendo como foco os crimes contra a administração pública”, esclareceu o coordenador do Cimp.
Outras atividades relacionadas ao órgão são as de coordenação de ações e forças-tarefas destinadas à prevenção, investigação e combate ao crime organizado e às atividades ilícitas especializadas. O Gaeco regional também vai promover e acompanhar investigações e fará intercâmbio de informações com órgãos de inteligência e investigação. Além disso, deverá colaborar na elaboração da política institucional de combate ao crime organizado e às atividades ilícitas especializadas.
Os representantes das comarcas que integram o piloto foram alertados para os desafios que terão pela frente: a estrutura inicial modesta, a grande extensão territorial, a densidade populacional e outras características e peculiaridades do Entorno.
Na sequência, foi exibida minuta do ato de criação do Gaego regional, cujo teor poderá ser alterado, consideradas as sugestões apresentadas pelos promotores de Justiça, o que será feito até o final desta semana, via e-mail. A expectativa é de que o ato seja publicado nas próximas semanas, para entrar em vigor em 90 dias, período em que as instalações serão adequadas e capacitações realizadas.

Videoconferência 

O procurador-geral de Justiça, Lauro Machado Nogueira, por meio do recurso interativo de videoconferência, falou aos participantes sobre o projeto, agradecendo ao promotor de Justiça Jean Cléber pelo empenho e entusiasmo e às equipes que se deslocaram de Goiânia até Luziânia para promover o debate, construindo, de forma coletiva, o produto final da proposta. “Essa experiência vai agregar muito valor ao MP, que já tem mostrado sua competência nesse tipo de trabalho. Após inúmeras operações deflagradas nesses últimos cinco anos, nunca houve qualquer representação ou processo anulado, o que reflete a seriedade e profissionalismo da equipe”, afirmou Lauro Nogueira.

Empenho 

O promotor de Justiça Jean Cléber Cassiano Zamperlini sabe que os desafios são muitos, mas acredita que o projeto piloto do Entorno do DF servirá de referência para todo o Estado, em razão do apoio dos promotores envolvidos, destacando também seu entusiasmo pela área criminal, que servirá como motivação nesse processo.
O coordenador do Programa do Entorno, Bernardo Boclin, que por muitos anos esteve em comarcas daquela região, encerrou as atividades reconhecendo os problemas sociais do Entorno e a alta demanda levada ao MP, mas satisfeito com a perspectiva de que, cada vez mais, os promotores querem permanecer nessas comarcas e serem mobilizadores das transformações necessárias / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)



quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Oito vereadores presos renunciam e Câmara adia sessões em Centralina (MG)

 Renata Tavares
Colaboração para o UOL
Oito dos nove vereadores de Centralina (a 668 km de Belo Horizonte), presos por suspeita de corrupção, renunciaram aos cargos e firmaram um acordo de delação premiada com o Ministério Público de Minas Gerais. A informação foi divulgada nesta terça-feira (2). Os trabalhos da Câmara Municipal estão paralisados e sem prazo para serem retomados.
Segundo o promotor Marcus Vinicius Ribeiro, eles podem contribuir com informações que possam aprofundar as investigações. "Logo após os depoimentos e os acordos feitos com o MP, eles foram liberados e cumprem prisão domiciliar", esclareceu.
Todos os vereadores, nove, foram presos preventivamente suspeitos de corrupção. Eles são investigados pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Uberlândia acusados de desvio de dinheiro público.
Segundo a investigação, todos fraudaram notas fiscais para justificar recebimento de diárias de viagens que nunca foram feitas.
Entre os vereadores que aceitaram o acordo está o ex-presidente da Câmara Municipal, Eurípides Batista Ferreira, o Baianinho (PROS), o ex-primeiro secretário Hélio Matias (PSL), Roneslei do Carmo Soares (PR), Carla Rúbia (SDD), Ismael Pereira Peres (PT), o ex-segundo secretário Rodrigo Lucas (SDD), Wandriene Ferreira de Moura (PR), e Cleison Vieira (PDT).

A vereadora Sônia Martins de Medeiros Rosa (PP), que é irmã do prefeito Elson Martins de Medeiros (PP), está presa desde o dia 28 de janeiro em Uberlândia (537 quilômetros de Belo Horizonte).  "Vamos ouvi-la e só então saberemos se ela aceitará o acordo e renunciará ao cargo", disse Ribeiro.  
Ela é suspeita de fazer em 2013 repasses no valor de R$ 1 mil para cada vereador para que a Lei Orçamentária Anual (LOA) fosse aprovada sem objeções e emendas. O mesmo teria acontecido em 2014, quando a maior parte dos vereadores receberam R$ 2 mil e Hélio Matias (PSL) R$ 7 mil para aprovação da LOA. "Nós temos estratos bancários de três vereadores comprovando que houve o repasse desses valores. Agora quem repassou ainda está em investigação", afirmou Ribeiro.
O prefeito Elson de Medeiros afirmou que a irmã é inocente e que ela não tem envolvimento com o crime apontado pelo MP. "É uma pessoa idônea. Não teria motivos para fazer acordo se é inocente. Estamos com dois advogados e vamos provar que ela não tem culpa."

Segundo Medeiros, em março de 2015 ele procurou o Ministério Público para denunciar a postura de dois vereadores. "Eles me procuravam e pediam dinheiro em troca de aprovações de projetos. Não tive retorno. Não tenho envolvimento com isso."
O promotor Ribeiro disse que não há registros sobre a denúncia do prefeito contra os vereadores e que Medeiros não está sendo investigado pelo Gaeco. 
Sem quórum
Os trabalhos na Câmara Municipal não têm prazo para serem retomados por falta de quórum. Até agora, a Justiça eleitoral nomeou apenas dois dos oito suplentes. A casa conta com quatro funcionários e todos eles estão sem receber o salário, já que toda a parte contábil também está paralisada. "O colaborador da contabilidade também é investigado. Temos pagamento de água, energia e impostos como INSS que estão pendentes", disse o assessor jurídico da Câmara Daltro Filho.
Mais investigações
O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Uberlândia investiga que entre 2013 e 2015, os vereadores apresentavam comprovantes de viagens a Brasília e Belo Horizonte que nunca foram realizadas. Por isso, a operação, deflagrada em duas etapas, recebeu o nome de "Viagem Fantasma".
O Ministério Público conduz ainda outras três investigações. A primeira aponta que os vereadores teriam camuflado a compra de produtos alimentícios e materiais de limpeza com dinheiro público para uso próprio e doação para eleitores.
A segunda tem como alvo uma suposta fraude nos holerites. A suspeita é de que os próprios vereadores aumentavam os valores dos salários, fraudando assim os holerites para ter uma margem maior de crédito em instituições financeiras. Assim, conquistavam financiamentos que eram pagos pelos cofres públicos.
A terceira apura denúncias de roubo de cheques da Câmara. Todos esses crimes teriam contado com o suporte do ex-contador da Casa, Cleber Rocha, desligado no início do ano passado e preso no dia 28.


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Prefeitura de Águas Lindas e ANTT terão convênio no transporte

Assessoria de Comunicação da Prefeitura
Fotos: ASCOM  


Em audiência na sede da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) no setor de autarquias de Brasília, o vice-prefeito Luiz Alberto Jiribita e o Secretário de Transportes Vicente Manoel reuniram-se com os diretores da ANTT Marcelo Vinud e o diretor Geral Jorge Luiz Macedo Bastos tendo como pauta o transporte público do município.
Representando o prefeito Hildo do Candango, o vice-prefeito Luiz Alberto e o secretário Vicente Manoel expuseram aos diretores a necessidade de dar continuidade no plano de regulamentação das empresas com intuito de melhorar o atendimento aos usuários do sistema.
O secretário de transportes Vicente Manoel informou aos diretores que o município está investindo num grande estudo da demanda para o transporte público tendo em vista a integração do sistema interno do município com o sistema que leva ao Distrito Federal.
A boa notícia é que já está em estudo no setor jurídico do órgão a minuta do convênio entre a ANTT e o município de Águas Lindas de Goiás no sentido de organização, execução e fiscalização dos itinerários, a medida visa uma maior participação do órgão fiscalizador da prefeitura com a possibilidade de realizar este serviço sem a contestação das empresas.
Uma nova reunião será agendada para que a secretaria de transportes do município de Águas Lindas possa apresentar uma série de propostas que deverão ser acatadas pelo órgão e repassadas para as empresas que executam o serviço.





terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Alunos do Colégio Filos são aprovados no IFG e no PAS

Conhecido como centro de referência na qualidade da educação de Águas Lindas o Colégio Filos, com mais de 19 anos de experiência de ensino, comemora a aprovação de nove alunos no IFG (Instituto Federal de Goiás) e ainda o aluno Lucas da Silva Souza aprovado pelo PAS (Programa Avaliação Seriada) para o curso de Computação (Licenciatura) na Universidade de Brasília (UnB).
É com grande satisfação que agradecemos o corpo docente pelo esforço, a dedicação e o compromisso em preparar os nossos alunos para um futuro promissor”, reconhece a diretora do estabelecimento Weslya Pereira.
Os estudantes são unânimes em afirmar que o Colégio Filos foi a base principal no preparo para aprovação. “(As aulas, os simulados, a multidisciplinar, as aulas extracurriculares, a Feira dos Diversos Conhecimentos, o Sarau Literário) nos proporcionou um bom preparo para alcançar o sucesso.
Em seu depoimento no Colégio Filos, Lucas Souza aprovado pelo PAS revelou que: “Estive apreensivo com o resultado do vestibular da Universidade de Brasília (UnB), referente ao Programa de Avaliação Seriada (PAS) quando fiquei sabendo que tinha sido aprovado para a 4ª maior Universidade do Brasil, que estou entre os 2,004 aprovados para a UnB conquistando uma vaga para o curso de Computação (Licenciatura), conquistando o 19º lugar dentre outros 66 concorrentes”, disse emocionado o estudante.
Lucas acrescentou que não conquistou este espaço sozinho. “Deixo meus agradecimentos ao Colégio Filos por proporcionar a todos os alunos uma base para vestibulares e a vida cotidiana; a todos os professores, que se dedicam ano após ano ao ensino, mostrando como funciona o mundo; ao apoio de amigos, parentes, vizinhos, conhecidos. E por fim, me orgulho bastante por estar nessa lista. Sinal que valeu o esforço diante de tanto conteúdo para estudar. Sinal que conquistei um curso na área que gosto bastante. Sinal que valeu a pena todo aquele esforço por mais de uma década. Quem acredita sempre alcança”, finalizou.
Relação dos alunos aprovados pelo IFG 
1- Brenda Assucena Gonçalves Catib
2- Isabelle Alves Moreira de Oliveira
3- Maria Eduarda Souza de Oliveira
4- Mateus da Silva Souza
5- Natanael Alves Lima
6- Rafael Machado Dias da Silva
7- Sofia Medeiros da Silva
8- Victória Lorrana Sales Carvalho
9- Vitor André Pontes Marques

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Perseguição acaba em batida e prisão

veiculo recuperado
                Por volta da meia noite do dia 12/01 o COPON recebeu a informação que um veículo do modelo Siena teria sido tomado de assalto por dois elementos no setor O e tinha tomado o sentido Águas Lindas.
                A informação foi repassada as guarnição que este veículo estaria sendo perseguido por outro veículo adentrando no município. Os malas ficaram nervosos com a situação de perseguição e acabaram por perder o controle vindo a colidir num estabelecimento comercial no Jardim Querência se evadindo para a mata próxima.
replica de uma PT 10
               

  A viatura composta por soldado Rafael e Cabo Almeida fizeram a primeira varredura recebendo o apoio da GPT vasculharam e encontraram os dois envolvidos no assalto. E como já é de praxe um dos envolvidos já teria sido preso somente nos últimos 45 dias três vezes, todos por cometer assaltos.

                NA abordagem também foi encontrado um simulacro, uma réplica da pistola PT 100, os dois elementos foram conduzidos ao CIOPS e apresentados a autoridade policial de plantão para a realização dos procedimentos de praxe no qual já estão acostumados.



terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Policia militar derruba quadrilha especializada em roubo a caixas eletrônicos

                Um quadrilha especializada em estouro de caixas eletrônicos foi presa na cidade de Santo Antônio do Descoberto. A quadrilha tinha com um dos cabeças soldado Flávio que estava lotado na cidade de Padre Bernardo. O soldado já atuou na cidade de Santo Antônio do descoberto sendo transferido por insubordinação por ter desacatado um cabo da corporação.
                Segundo informações o soldado j´[a vinha sendo alvo de investigação pela Policia reservada p2.
A prisão ocorreu em virtude de um ataque ocorrido na madrugada de hoje (12/01) onde  ocorreu uma situação de estouro de caixa eletrônico do Banco do Brasil em Padre Bernardo, de imediato as equipes de GPT de Águas Lindas e Santo Antônio deslocaram para a referida cidade, onde chegando ao local os pebas já tinham evadido do local, em diligência as equipes prenderam um olheiro da quadrilha nas imediações da CIA da PM, onde o mesmo depois de uma conversa entregou todo esquema da quadrilha, inclusive o SD Flávio como um dos cabeças e líder do bando.

A informação foi repassada pelo grupo de Polícia Comunitária que é formado por vários cidadãos de Águas Lindas e região que realizam uma importante troca de informações no sentido de colocar na cadeia os transgressores da Lei. A ideia de formar o grupo foi do soldado PM David Silva que é lotado no 17º BPM de Águas Lindas e tem alcançado êxito em várias situações que ocorrem na lida diária.



segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Hildo do Candango prioriza gestão e faz obras em Águas Lindas

Muito se fala na reeleição do prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango (PTB), porém o que se vê na cidade são obras, o que mostra que esta é uma de suas metas. Ele tem dito em entrevistas recentes que a marca de sua gestão é o trabalho. E assim tem sido.
Hildo tem se mostrado um político atuante não apenas em sua cidade, mas também para toda Região do Entorno, como foi o seu mandato de presidente na Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (AMAB) durante o ano de 2014. Enquanto presidente se reuniu com os prefeitos do entorno a fim de unir forças contra o aumento das passagens. Além de buscar recursos que beneficiem toda região.
Hoje Águas Lindas vive uma verdadeira revolução, tanto que mesmo em meio à crise que assola o Brasil, o município goiano continua recebendo investimentos. Graças ao ajuste de contas, onde a Prefeitura conseguiu quitar todos os débitos do município, e hoje Águas Lindas está com o CAUC (Cadastro Único de Convênios), um serviço do Governo Federal que gere as dívidas dos municípios, em dia o que garante que o Município pode receber emendas parlamentares e buscar recursos Federais e Estaduais.
Quem apenas passava pela BR anos atrás, quando vê a cidade hoje nem a reconhece. Águas Lindas não é mais a mesma, isto é nítido. Nunca a educação recebeu tanto investimento, são novas salas de aula, reformas, construção de escola nova, sem falar da merenda escolar que hoje é feita de forma nutritiva, com o auxílio de nutricionistas, servidores efetivos convocados também pelo Hildo. O que tudo isso mostra? Que Hildo está comprometido com todas as esferas de seu governo: desde a saúde, até o servidor público, que é fundamental para o funcionamento da máquina.


sábado, 9 de janeiro de 2016

Mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti

            A prefeitura de Águas Lindas de Goiás realizou na manhã deste sábado 09/01 um grande mutirão de combate ao mosquito aedes aegyoti transmissor de dengue, zika vírus e Chikungunya.
            O ponto de partida foi a escola municipal Jardim Santa Lucia localizada na praça da Conquista principal ponto de encontro da comunidade. O trabalho foi coordenado pela secretaria municipal de saúde através do departamento vigilância em Saúde e Endemias e contou com a participação de servidores da secretaria de obras, secretaria municipal de meio ambiente, secretaria de educação, da cooperativa de catadores do município, Corpo de Bombeiros e voluntários.
            Os participante foram divididos em equipes que saíram visitando residência por residência no sentido de levar mais informações a cada moradores sobre a importância de realizar a vistoria nos seus imóveis com intuito de acabar com qualquer tipo de local que possibilite a proliferação do mosquito e consequentemente uma epidemia.
            Segundo o secretário municipal de saúde Eduardo Rangel 60% dos focos encontrados das larvas estão dentro das residências e por isto a importância de cada moradores fazer o seu papel fiscalizador. “Estamos iniciando este trabalho por aqui e o nossa meta e visitar 10 mil residência no primeiro momento e em pouco tempo visitaremos os 90 mil domicílios do município. O índice de infestação do mosquito está dentro do patamar aceitável pelo Ministério da Saúde e vamos continuar atentos a qualquer tipo de ocorrência. As equipes estão bem equipadas para realizarem o bloquei caso seja identificado algum caso e é por isto que os moradores devem procurar a secretaria de saúde para fazer qualquer tipo de denúncia para algum local, imediatamente estaremos providenciando a ação recomendada para cada caso”, disse o secretário.
O Aedes aegypti
O Mosquito Aedes aegypti mede menos de um centímetro, tem aparência inofensiva, cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas.  Costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde, evitando o sol forte, mas, mesmo nas horas quentes, ele pode atacar à sombra, dentro ou fora de casa. Há suspeitas de que alguns ataquem também durante a noite
A fêmea pica a pessoa infectada, mantém o vírus na saliva e o retransmite.
A transmissão ocorre pelo ciclo homem-Aedes aegypti-homem. Após a ingestão de sangue infectado pelo inseto fêmea, transcorre na fêmea um período de incubação. Após esse período, o mosquito torna-se apto a transmitir o vírus e assim permanece durante toda a vida. Não há transmissão pelo contato de um doente ou suas secreções com uma pessoa sadia, nem fontes de água ou alimento


sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Hildo demonstra seu prestigio político com a reabertura do Restaurante Cidadão em Águas Lindas

Texto e Foto
Ricardo Toledo


O prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango demonstrou já no início do ano todo o seu prestigio político junto ao Governo do Estado de Goiás com a reabertura do Restaurante Comunitário que agora é Restaurante Cidadão integrante da rede conduzida pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG).
Com uma jogada de político experiente ele tirou o peso deste importante instrumento social que é o Restaurante Cidadão dos cofres municipais sem tirar o benefício dos trabalhadores águaslindenses.
O Custo desta unidade girava mensalmente entorno de R$ 400 e 500 mil, o que para o combalido cofre do Tesouro Municipal é muito alto, tirando o poder de investimento para áreas primordiais para o desenvolvimento do município.
Hildo já recebera como herança da gestão anterior uma dívida muito alta para a empresa que gerenciava o restaurante, mesmo assim o manteve nos dois primeiros anos quitando o débito.
Neste meio tempo, o prefeito Hildo do Candango já vinha realizando gestão junto ao governador Marconi Perillo para que a gestão deste empreendimento fosse feito pela OVG aos moldes do que já era feito nas cidades de Anápolis e Luziânia. Isto já deveria ter ocorrido no ano passado, mas em virtude do intenso corte que o Governo do Estado vem fazendo em seus investimentos isto foi postergado.
Com a vinda da equipe de Governo do Estado ao município na última quarta-feira, dia 06, ficou evidenciado o prestígio político do prefeito na esfera estadual. A comitiva formada pelo vice-governador José Eliton, da Secretaria da Cidadania do Estado Lêda Borges, do Secretário de Articulação Política do estado Sérgio Cardoso, da diretora-geral da OVG Eliana França e ainda do deputado Federal Jovair Arantes demonstram o grau de credibilidade conquistada pela sua administração.
Hildo ainda detém o apoio dos supersecretários estaduais Vilmar Rocha e Thiago Peixoto, este último foi responsável também pelo envio de um retroescavadeira doada ao município pelo por meio de mais uma parceria entre a Prefeitura e o Estado.
O prestígio do prefeito Hildo do Candango junto ao Governo do Estado é também responsável pela vinda para o município de Águas Lindas de Goiás do 17° Comando Regional da Polícia Militar, da 17ª Regional da Polícia Civil, da Subsecretaria de Educação do Estado de Goiás. Importantes aparelhos do Estado instalados no município demonstrando o grau de importância do município de Águas Lindas de Goiás na região do Entorno.
Hildo ainda trabalha junto ao Governo do Estado para a liberação dos recursos importantíssimos para o município, são eles: recursos para retomada das obras do Complexo Pérola para sua conclusão e também para a finalização da iluminação do BR-070 que ainda tem alguns trechos no escuro.
Uma coisa é certa nunca a presença do Governo do Estado foi tão sentida dentro do município de Águas Lindas como agora sob a administração do prefeito Hildo do Candango.